Um site bem estruturado e com bom desempenho é o sonho de qualquer desenvolvedor. Muito se busca sobre como aumentar a rapidez ao exibir conteúdos, imagens e vídeos no WordPress, mas poucos sabem realmente o que é necessário para isso. Vamos explorar métodos, técnicas e plugins que podem ajudar a turbinar seu WordPress.

Dê Atenção ao Front-End

Para melhorar a velocidade do seu site, comece pelo Front-end. É aqui que todo o seu trabalho é mostrado para os usuários. Certifique-se de que as imagens e a estrutura do conteúdo são leves. Use formatos de imagem otimizados e reduza o tamanho dos arquivos sempre que possível.

Requisições Desnecessárias ao Banco de Dados

Evite usar funções que fazem requisições desnecessárias ao banco de dados. Conheça bem o que cada função faz e reutilize o que já está disponível. Muitas vezes, a informação necessária já está presente em loops ou rotinas padrão. Reduzir chamadas desnecessárias, como múltiplos bloginfo(), ajuda a melhorar a performance.

Evite Consultas Pesadas

Consultas pesadas ao banco de dados devem ser evitadas. Utilize as funções que o WordPress oferece, como WP_Query e wpdb, com parcimônia. Certifique-se de que as consultas são otimizadas e retornam apenas o necessário.

Prefira Dados Serializados para Options e Meta Dados

Armazenar dados serializados em arrays permite que uma única requisição ao banco de dados retorne várias informações de uma vez. Isso reduz o número de consultas e melhora o desempenho do servidor.

Remova Tamanhos de Imagens Não Utilizados

Trabalhe com os tamanhos de imagens de forma eficiente. Remova tamanhos que não são utilizados para manter o Front-end mais leve e estável. Isso ajuda a evitar desperdício de recursos no carregamento de imagens.

Cuidado com o Uso de Plugins

Plugins são ótimos, mas o uso excessivo pode prejudicar o desempenho do site. Instale apenas os plugins necessários e, se possível, resolva problemas com código em vez de plugins.

Mantenha a Simplicidade

No desenvolvimento, simplicidade é fundamental. Evite complicar seu código com muitos IFs e loops desnecessários. Um código claro e simples é mais eficiente e mais fácil de manter.

Separe Back-End do Front-End

Funções pesadas e demoradas devem ser executadas no back-end. Isso garante que o Front-end, onde a interação com o usuário ocorre, permaneça rápido e responsivo.

Otimize a Base de Dados

A otimização do banco de dados é essencial para melhorar o desempenho. Use o phpMyAdmin para limpar dados desnecessários, como revisões de postagens, links e comentários. Isso pode ser feito via plugins leves e simples.

Remova Funções Automáticas Desnecessárias

Desabilite funções automáticas como revisões de postagens, auto-save e debug se não forem necessárias para o seu projeto. Isso libera recursos do servidor e melhora a performance.

Utilize Cache

A adoção de memória cache é uma técnica eficaz para melhorar o desempenho de sites com conteúdos estáticos. Você pode usar plugins de cache ou explorar as funções nativas do WordPress para implementar essa técnica.

Conclusão

Melhorar o desempenho do seu WordPress não requer segredos. Com atenção aos detalhes e um olhar crítico para as funcionalidades do seu site, é possível atingir uma performance excelente. Lembre-se de usar plugins apenas quando necessário, optar pelas soluções mais simples e estudar constantemente as melhores práticas para otimização.

Era isso que estava procurando?
SimNão

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close Search Window